Pages Navigation Menu

Sorvete de qualidade, saiba como reconhecê-lo

gelato-pe-labellers

Que seja em uma casquinha crocante ou em um copinho colorido, o sorvete continua a ser sempre a melhor opção para quem gosta de consumir uma guloseima fresca e gostosa. Melhor ainda se for produzido artesanalmente com métodos naturais e matérias-primas de qualidade, sem adição de conservantes e corantes.

Porém, infelizmente, nem sempre o produto oferecido é sinônimo de sabor e pureza. Então, como reconhecer o verdadeiro sorvete artesanal de qualidade?

Já à primeira vista é possível perceber várias características referentes ao produto e ao seu revendedor. Entre todas, obviamente, a cor: quando as tonalidades dos vários sabores são excessivamente vivas, é fácil perceber uma utilização exagerada de corantes na composição.

Outros elementos que devem chamar imediatamente a nossa atenção são, sem dúvida, o tipo e a quantidade dos sabores disponíveis. Quando uma sorveteria oferece inúmeros sabores, e sempre iguais, sem variações sazonais, surge a dúvida de que podem ser realizados com o auxílio de produtos semiprontos e liofilizados.

No que diz respeito à comunicação com o cliente, nas sorveterias é comum ocorrer o abuso de rótulos do tipo “artesanal” ou “natural” que são atribuídos aos próprios produtos sem nenhuma razão. De fato, o único modo de obter informações corretas sobre o sorvete que estamos consumindo é consultar a ficha de alergênicos e a lista de ingredientes. Dois atestados que nunca podem faltar no estabelecimento comercial.

Ou seja, existem muitos sorvetes bons no mercado, no entanto, é preciso saber reconhecê-los. Por outro lado, como em qualquer outro tipo de atividade artesanal, a sombra do marketing e dos produtos industrializados está sempre à espreita. Porém, se o cliente adquire o hábito de informar-se e comparar os vários produtos disponíveis no mercado, essa ameaça pode ser facilmente afastada.