Pages Navigation Menu

O governo italiano decidiu: bebidas e sucos de fruta mais saudáveis a partir de 1° janeiro de 2013

Faltam poucos dias para que o produto de bebidas não alcoólicas a base de frutas digam adeus ao antigo método de fabricação: a partir de 1° Janeiro de 2013, será obrigatório, estabelecido pelo governo Monti, iniciarão o processo  mínimo de sucos naturais de 12% à 20%, para render as bebidas mais saudáveis e ,  contemporaneamente, ajudar o setor agrícola.

Na Itália, consuma-se cada vez menos frutas, preferindo refrigerantes e bebidas doces, e o aumento da obesidade é evidente: todos os anos, estamos chegando mais perto do modelo americano, com consequências devastadoras para a saúde e para a cadeia de produção italiana.

“Finalmente podemos dizer chega de suco de laranja sem laranja”, declara satisfeita a  Coldiretti “cinquenta mil quilos de vitamina C a mais por anos contra a gripe bebidos por 23 milhões de italianos que consumarão estas bebidas, graças ao aumento do conteúdo mínimo de fruta prevista pela nova lei. “