Pages Navigation Menu

Escolher o creme solar: cuidado com a etiqueta!

Cpe-labeling-innovation-sunscreenom o verão apresenta-se pontual como todos os anos o momento de escolher o creme solar para cuidar da beleza e da saúde de nossa pele.

A cada fototipo corresponde o SPF (fator de proteção solar) mais apropriado para prevenir os danos, infelizmente as vezes irreversíveis, da pele: é indispensável portanto ler atentamente as etiquetas, que devem indicar de modo claro o valor do fator de proteção solar correspondente, indicado como baixo (6,10), médio (15,20,25), alto (30,50) o muito alto (50+).

O fator de proteção solar refere-se aos raios UVB, mas os UVA também podem ser nocivos. Por isso a Comissão Europeia recomenda que os produtos solares sejam capazes de proteger tanto das radiações UVB quanto das UVA: o Regulamento de 2006 estabeleceu que nos produtos que protegem também dos raios UVA, essa característica deve ser referida de modo claro na etiqueta: se na mesma há um círculo com a sigla UVA, significa que o produto possui a capacidade de filtrar também os raios UVA (respeitando o grau de proteção previsto pela recomendação), além dos raios UVB, fornecendo portanto uma eficaz proteção durante a exposição solar.

A quantidade mínima de proteção dos raios UVA, conforme a normativa da Comissão Europeia deve corresponder à relação mínima de 1:3 de proteção UVA/proteção UVB